NÚCLEO DE PESQUISA E AÇÕES DA TERCEIRA IDADE/NUPATI

Breve História

Numa perspectiva vanguardista, acompanhando as alterações da pirâmide etária brasileira que estampa nos quadros estatísticos, o grande aumento do número de pessoas com idade de sessenta anos e mais, foi criado na Universidade Federal de Sergipe, em 10 de setembro de 1998 o Núcleo de Pesquisas e Ações da Terceira Idade, através da portaria nº 748/GR, vinculado à Pró Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários, com a finalidade de promover a cidadania da pessoa idosa, desenvolvendo ações integradas de forma transversal, implementando as finalidades da Universidade: Ensino, Pesquisa e Extensão. Fundamentada nas áreas de Geriatria, Gerontologia e Direitos Humanos e  sustentado pelas legislações: Constituição Federal de 1988; Lei 8842/1996- Política Nacional do Idoso; Lei 10.741/2003 – Estatuto do Idoso.

No percurso desses 19 anos de existência, o NUPATI vem se expandindo, desenvolvendo projetos e atividades de acordo com o tripé universitário (Ensino, Pesquisa, Extensão).  Um dos seus grandes passos para a inclusão e permanência de pessoas da terceira idade no espaço universitário, usado também como estratégia política, foi a criação do projeto Universidade Aberta à Terceira Idade (UNATISE), dentro da UFS em 2002.

Com a presença mais efetiva de pessoas idosas, manifestando interesse de dar continuidade ao sonho do aprender, e que, para muitos, foi interrompido pela necessidade de trabalhar para a sobrevivência sua e da família, a equipe do NUPATI fez um estudo aprofundado das experiências existentes de outras universidades brasileiras, que subsidiou a elaboração do projeto UNATISE.

A participação ativa e efetiva e a manifestação de idosos e idosas, que nesse transcorrer, passaram a demonstrar e reinvidicar espaços na comunidade acadêmica, levaram os membros do Núcleo a procurarem caminhos estratégicos e alternativas de inclusão e ampliação dos espaços,  na perspectiva de direitos sociais  e conquistas de  sonhos, por considerar que é um dever  do NUPATI dar um novo vôo, rumo às possibilidades e conquista.

Assim, respaldado na legislação brasileira - lei de Diretrizes e Base da Educação, na Constituição Federal de 1988, nas Leis específicas (Estatuto do Idoso e Política Nacional do Idoso), -  contando também com  orientações jurídicas e administrativas locais, o Núcleo, passa a ser vinculado a uma unidade de ensino.

Sendo a coordenadora do NUPATI, professora efetiva do Departamento de Serviço Social, todo o esforço foi efetivado nas devidas tramitações, que resultou num ato de retificação do Artigo 2º da Portaria nº 748 de 10 de Setembro de 1998 que criou o Núcleo de Pesquisas e Ações da Terceira Idade, gerando a Portaria nº492 em 11 de Março de 2015, que expressa “O Nupati passa a vincular-se ao Departamento de Serviço Social, do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (DSS/CCSA), atuará através de seus membros e incentivará, no âmbito dos seus objetivos as ações dos departamentos e do Colégio de Aplicação (CODAP)”.

Portanto, o Núcleo de Pesquisas e Ações da Terceira Idade, está vinculado a uma unidade de ensino – Departamento de Serviço Social, e continuará desenvolvendo seus projetos, suas ações, realizando os eventos e, cada vez mais, ampliando os conhecimentos, os debates e as informações sobre o envelhecimento humano.

 

                                                                                                                             

Objetivos

Proporcionar a inclusão social e valorização do idoso e da idosa na UFS, estimulando os aspectos intelectuais, culturais, políticos e artísticos; sistematizar e ampliar o conhecimento da Gerontologia; Formar recursos humanos, dos diversos níveis, para a compreensão e ação sobre a velhice humana ativa; possibilitar auto-identificação de potencialidades e habilidades, visando o resgate e valorização da pessoa idosa na comunidade universitária e na sociedade; permitir troca de experiências intergeracionais e formação de massa crítica; criar fórum permanente de atualização e auto­-desenvolvimento, através de debates e pesquisas sobre as questões do envelhecimento; assessorar entidades na elaboração de políticas públicas, programas e projetos de valorização da pessoa idosa.

 

Princípios do Nupati

Percepção do envelhecimento como processo natural do ser humano; Trabalho em equipe; conhecimento teórico-metodológico e técnico-científico; valorização individual e coletiva do saber popular; inovação pedagógica e tecnológica; ênfase na gestão participativa com responsabilidade e sustentabilidade social.

 

Missão

Incluir pessoas da terceira idade nas atividades acadêmicas da UFS, favorecendo o desenvolvimento de habilidades científicas, culturais, políticas e afetivas, valorizando-os como cidadãos atuantes e participativos na Sociedade.

 

Visão 

Todo idoso de hoje e do futuro, deve ser respeitado como um sujeito de direito e integrante do processo de produção e disseminação de conhecimentos e saberes, concernentes ao homem em sociedade.

 

Notícias